Como a máquina de salgados vem fazendo milionários e pode mudar também a sua vida!

salgados

Pode uma simples inovação mudar milhares de centenas de vidas? A resposta é um sonoro sim!

A milhares de anos, inovações mudaram o planeta e sempre continuarão mudando, e numas dessas engenhocas (máquina de fazer salgados), um jovem rapaz viu a possibilidade de mudar a sua vida para sempre.

Gustavo, vindo de família muito pobre tinha um sonho: “Sonhava em criar um negócio próprio, a fim de tirar sua mãe de uma jornada de trabalho, que era seguida de mais de 20 anos como cozinheira, em grandes restaurantes ao redor da cidade.

A mãe de Gustavo sempre fora excelente na arte de cozinhar, sendo por isso, seus serviços eram muito requisitados por grandes restaurantes, mas, sempre a história fora a mesma: longas horas de trabalho em uma jornada de terça a domingo, onde sua mãe só recebia folga nas segundas-feiras.

O rapaz crescera de mãe solteira, seu pai era falecido desde seus primeiros quatro anos de idade, e nada disso realmente abalava o rapaz, o que abalava era a vida sofrida que sua mãe levava para sustentar a casa.

A grande virada com a máquina de fazer salgados

Tudo começou com um simples pedido de coxinhas de sua vizinha para sua mãe! A mãe de Gustavo recebia muitas encomendas de salgados, pois todos adoravam o tempero e recomendavam automaticamente.

O rapaz estava intrigado com uma matéria que tinha visto no programa pequenas empresas e grandes negócios, onde lá, alguns empresários faziam demonstrações da automatização das coxinhas, que chegavam a milhares por hora.

Desta forma ele poderia com algumas economias que tinha, financiar e começar um promissor negócio de salgados juntamente com sua mãe.

O começo de uma jornada

Gustavo é um nome fictício que demos para contar o início de uma história empreendedora de um jovem que vende milhões de unidades de salgados por mês, em sua empresa de apenas 03 anos de existência.

Inovação e tecnologia

As tecnologias estão possibilitando grandes inovações em diversos setores econômicos. O microempreendedor pode contar com oportunidades cada vez maiores de obtenção de lucros partindo de negócios fáceis e práticos, cujos ganhos são em curto e médio prazo, através de baixos investimentos.

Um exemplo claro é a máquina de fazer salgados. Diversas pessoas que já trabalham na área estão deixando de produzir a mercadoria à mão para que ela seja confeccionada automaticamente.

Além da economia de tempo, a escala quantitativa e qualitativa é vantajosa, sendo produzidos milhares de salgados em poucas horas, quando antes eram produzidas algumas centenas. Sem contar que cada unidade segue um padrão pré-definido pela máquina, ou seja, os salgados são todos iguais.

Outro caso de sucesso de quem atua com a venda de salgados

Há pessoas que conseguiram sucesso depois de terem adquirido a máquina de fazer salgados. Estes casos são inspiradores, porque, além de serem pessoas simples como nós, geralmente elas começam do zero e conseguem a tão almejada estabilidade financeira através de muita dedicação e esforço.

Com a máquina de fazer salgados, as coisas passam a melhorar e ficar mais fáceis. Um caso emblemático é o do empresário Vanderlei Simões. Ele já vendia salgados antes de adquirir a máquina. Contudo, o serviço manual de ter que produzir a mercadoria não dava conta da demanda.

Com isso, o empresário adquiriu uma máquina de fazer salgados. Já não era mais preciso se preocupar com o trabalho artesanal, que era feito manualmente. Tudo passou a ser feito de forma automática, ou seja, Simões tinha apenas que colocar a massa em um compartimento, o recheio em outro, e simplesmente apertar o botão iniciar.

Com a máquina dele, 80 salgados são produzidos por minuto, ou seja, são produzidos 4.800 salgados por hora. Nunca que essa quantidade seria possível com a capacidade humana, porém a máquina resolveu a questão de poucos salgados para muitos clientes.

Além da realização de vender por unidade, Simões passou a realizar vendas por escala para eventos.

Estima-se que aqueles que possuem a máquina de fazer salgados consigam atender até 6 mil clientes por mês, tendo um faturamento bruto exponencialmente maior do que sem a máquina.

Vídeo – Veja reportagem com a máquina em funcionamento